terça-feira, 27 de maio de 2014

[Sobre]Viver mais *





Quem o disse estava, definitivamente, certo!
Realmente damos importância a coisas que não merecem nem um décimo da nossa atenção. Mas o que se faz para evitar isso?

A mim nem sempre tudo me passa ao lado, nem sou assim tão forte para que não magoe.. Sou humana como qualquer outra pessoa, sinto como todos sentem [talvez até mais, em certos aspectos] e, realmente, importo-me demais com certas coisas.

Mas será que vale mesmo a pena? Será mesmo assim, tão directo e simples como a frase o supõe?
Poderia dizer que dei anos e anos da minha vida a coisas e pessoas e que agora a única importância que reconheço é zero, mas como 23 anos não são assim tantos, não exageremos :p

Anyway... Às vezes damos tanto de nós, achamos que realmente fazemos parte de algo especial e vai na volta somos é parte de um back-up plan - ah e tal agora até me dá jeito por isso até vou engraçar contigo. É dura esta realidade mas a verdade é que é uma realidade! Custa a perceber quando isso acontece e só depois de levarmos uma e duas e três chapadas na cara [literalmente, que as minhas bochechinhas continuam bolachudas ;) ] é que realmente se acende uma luz e nós pensamos "eh pah acorda pa vida! levanta-te lá e move on que já se faz tarde"!

Dito isto, depois de um "abre-olhos" assim para o intenso [ nada que eu já não soubesse] chego realmente à conclusão que o que mais vale a pena é mesmo não dar importância.
Encham de amor e carinho aqueles que vos deixam felizes e esqueçam as restantes alminhas deste mundo que vos "descartam" - até parecem votos de Natal :p Mas também com este tempo de chuva é quase como o que vi no nosso querido amigo facebook - "Mais um dia de chuva e monto o presépio"!

Sarcasmos à parte, isto foi só [mais] um desabafo! A quem o ouviu pela primeira vez, a alminha que mais paciência tem neste mundo para aturar as minhas idiotices, eu agradeço do fundo do meu coração porque é realmente o único a quem eu posso dizer tudo e ainda ser a mesma pessoa aos seus olhos :) [ espero eu :p]

Sem tirar o mérito à minha colega de chá claro ;) que deve ser a segunda alminha que mais me atura!

Esqueçam as parvoíces da vida, chutem a bola para a frente e vivam. Porque até ao que eu ainda sei, só se vive uma vez :)

Catarina *