sábado, 13 de setembro de 2014

Coisas que Todas as Mulheres Deviam Saber...Ou então não! SER MULHER É...

Olá =D

Estamos de volta, aos poucos, porém de volta!
Hoje vai ser mais um dos meus post’s super confusos!
Aqui vai: eu e a Catarina temos andado numa de planeamento relativamente ao blog. Eis que a minha pessoa decide que gostaria de fazer uma publicação com o seguinte tema: “Tudo o que uma mulher devia saber”. Até aqui tudo bem! Acontece que hoje, iniciei a minha pesquisa e eis que descobri que afinal só precisamos de saber de sexo e como satisfazer um homem! Esta foi a minha cara:





Incluindo a parte da baba e tudo.
Então a nossa vida resume-se a sexo e satisfazer o nosso parceiro? Adoro!
Discordo, discordo, discordo! Depois disto recusei-me completamente a continuar com o tema e mudei de flanco. Vou falar sobre “Ser mulher” sem bases científicas! Apenas com a minha cabecinha!



Ser mulher vai muito além do que qualquer homem possa pensar e entender. Tem a ver com uma lista infindável de características num só ser!
Ser mulher é ser forte. É pensar em várias coisas ao mesmo tempo. É levar a família às costas. É pensar em tudo e em todos ao mesmo tempo. É deixar-se para o fim das prioridades. É pensar nos seus em primeiro lugar. É claro que já mulher e mulheres, mas eu falo das que me educaram e são sem dúvida um exemplo de força e VIRILIDADE.

Ser mulher é crescer depressa. Viver sobre responsabilidades.



Ser mulher é ter múltiplas tarefas incluindo aquilo que se julgava que só os homens seriam capazes de fazer. É conduzir alguém. E por vezes, deixar-se ser conduzido.



É proteger todo o homem que é seu. Seja namorado, irmão primo ou amigo. Ir à guerra preciso for.



Ser mulher é ter um diário que se chama AMIGA. Partilhar loucura e uma boa dose de insanidade.



Ser mulher é ser romântica. Sonhar, com os pés bem assentes na terra.



Ser mulher é ser sexy e impressionar. Ser mil uma coisas sem chocar.



Ser mulher é fazer tudo ao mesmo tempo. E claro, sempre com elevados padrões de qualidade.





Ser mulher, claro que é ser mãe e proteger!


Ser mulher é ir à luta, fazer tudo ao mesmo tempo, trabalhar, amar e sempre de saltos altos!


Ser mulher é sorrir sempre. Independentemente do seu estado de espírito. 


Ser mulher, é ser louca!


Ser mulher é sofrer um pouco em silêncio, afastada de todos os olhares.



Mulher é ser tudo. É ser inclusive homem. Mas sempre com requinte e sensualidade. É ser-se misterioso...


É tudo isto e muito mais coisas. Se calhar nem todas as mulheres têm estes padrões, porque ser mulher é assim mesmo. Novidade, diferença e irreverência. É ser-se o que se quiser ser sem ligar a olhares indiscretos. Claro que também é ser um obsessiva, problemática e cismática. Também é ter a menstruação e ficar temperamental. No entanto, podemos orgulharmo-nos de termos iniciado no fim da cadeia da humanidade e hoje termos liberdade para comandar o Mundo. Temos defeitos, é claro, mas também temos muitas virtudes. À excepções, claro que sim! Mas pensemos na regra =). Por isso não, não devemos saber apenas de sexo e de satisfazer o nosso parceiro...vamos muito mais além.



PS. Sim eu sei que há umas belas de umas b*tches com as quais temos de levar...mas é mesmo dessas excepções a que me referia! Sejam felizes. E perdoem-me por esta exposição feminista.


Beijinhos
Carla