quinta-feira, 4 de dezembro de 2014

Dezembro. Natal.

Olá amores =D

Antes de mais queria dizer-vos que a Carla, pirou! Sim claro! Chegou Dezembro e eu já só consigo pensar em NATAL. Normalmente é assim! Passo metade do ano a querer que chegue Julho, ou seja o meu aniversário e a outra metade a pedir encarecidamente que chegue o NATALLLLLL. Bom, agora só quero mesmo que chegue o Natal, não me apetece lá muito fazer 24, 25, 26 e por aí a fora =P.




Sim, mas e o que é que tem o Natal? Eu sei que para muitos é uma época como qualquer outra com o acrescento de haver um bocadinho (quase imperceptível) de consumismo extra. As pessoas que assim pensam, pensam bem! Mas fazer o quê? Eu adoro esta época. Adoro tudo desde as luzinhas, às músicas passando pelas decorações e presentes e assinalando o Grand Finale com um jantar com a família reunida.


Talvez seja realmente uma época como outra qualquer. Talvez seja eu com um coração simplesmente muito quente. Mas acho que chega quase a ser inegável que um simples, café, chocolate quente ou chá sabe bem melhor acompanhado pelo cintilar das iluminações de Natal.


Ás vezes só é preciso que nos deixemos levar pela magia e imaginar. Esperar que o difícil e até mesmo o impossível aconteça. 


E no final de contas tudo vai ser mais fácil, inclusivamente amar!


Cá entre nós, embora o meu Natal seja recheado de tudo o que há de melhor no Mundo teria ainda um último desejo. Que a minha rua fosse assim:


E como estamos mesmo no final do ano acaba por ser uma boa fase para reflectir no ano na recta final. Imaginas. Desejar. Projectar. Trabalhar e concretizar. E porque senão dar um pouco de espaço a sentimentos como o de esperança e paz?


Enfim, esta é a época ideal para sermos felizes e sobretudo para fazermos pessoas felizes. Claro que há presentes e claro que sempre se gasta muitoooo dinheiro! Eu adoro receber presentes mas gosto ainda mais de os dar. Ver o semblante de surpresa e depois, claro, o sorriso rasgado. Boa! Mais um coração quente. Mais um momento feliz. É neste cenário que devemos ainda pensar naqueles que infelizmente não tiveram a nossa sorte, desejar (e se possível fazer) que a sua condição melhor e sobretudo dar graças por tudo (pouco ou muito) que se tem. A família. Os amigos. A mesa cheia.

E se alguém me estiver a ouvir (ler ahahahaha) gostaria apenas de ressalvar de que ficaria muito feliz em receber maquilhagem e uns produtinhos Body Shop. Enfim, a girly girl.

Espero que tenham gostado e usufruam do Natal e de tudo o que de melhor ele tem =).



Carla*