sábado, 28 de junho de 2014

Proteger a Pele - Nós não somos eternos!

Olá meninas e meninos =)

Hoje o que nos traz aqui é um assunto bem mais sério e que faz todo o sentido nesta época do ano. Então aquilo que pretendemos é fazer um review de algumas marcas baseada em ensaios clínicos e no final dar o nosso parecer. Ou por outra, explicar as nossas rotinas no que ao cuidado com a pele!

Antes de falar-vos dos produtos em especial gostava muito de vos poder sensibilizar para o problema crescente do cancro de pele (Basiloma, Carcinoma espino-celular e melanoma) que tem vindo a crescer desde os anos 60. Embora nem todos tenham esta noção, 90% dos cancros de pele tem origem relacionada com a exposição solar. Apresenta o bom prognóstico quando detectado precocemente mas é preciso saber interpretar os sinais que possam surgir no decorrer da doença.

De um forma muito (mas mesmo muitoooo sintética):

O Basiloma, é a forma mais frequente. Está directamente relacionada com a exposição solar e surge habitualmente na 4ª década de vida. Ocorre sob a forma de pequena mancha rosada com tendência a crescer. É local, ou seja, tem taxa de expansão baixa. Mesmo em caso de detecção tardia há bons resultados quanto à cura.


O carcinoma espino-celular é o segundo mais frequente e surge em idade avançada! Está associado a hábitos profissionais (raio-x, asbestos, alcatrão) e exposição crónica ao sol. Relacionado com pele bastante envelhecida. Apresenta-se sob a forma de cicatrizes, úlceras, queimaduras,..., normalmente em zonas expostas, como o pescoço. Mais agressivo podendo originar metástase À distância e afecção a outros órgãos, levando à MORTE. 

O melanoma é o mais perigoso dos cancros de pele e UM DOS MAIS AGRESSIVOS na espécie humana. Pode surgir antes dos 40 anos de idade. Associado não só à exposição solar como aos escaldões. Associado aos tais sinaizinhos que temos no corpo - nevos - embora também ocorra em em pele sã, caracterizado por um ponto negro-alcatrão. Agora atenção o grupo de risco é:

- Pela Clara
- Cabelo ruivo ou loiro
- Olhos verdes ou azuis
- Dificuldade em bronzear
- Tendência a desenvolver sardas
- Sinais castanhos generalizados pelo corpo.

Estes dados, foram adaptados do sapo saúde. Não quis trazer um artigo demasiado complexo para que assim fosse acessível a todos. Se quiserem saber mais sobre a patologia aconselho-vos a consultarem um dermatologista de modo a ficar mais esclarecidos. Eu sou só Técnica de Radiologia sem qualquer tipo de formação nesta área, apenas com mais sensibilidade para o assunto.

Agora o que vos trago é um estudo realizado no ano transacto, pela DecoProteste. Onde mais uma vez eles fazem uma comparação entre produtos de diferentes marcas. Apresento a seguinte tabela. 




De acordo com a tabela, o protector que se saiu melhor foi o Nivea Sun Protect&Bronze. E marcas tanto caras como sonantes ficaram bastante mal posicionadas no estudo, como a Biotherm e La Roche Posay. Para mim, a surpresa foi mesmo o desempenho das marcas chamadas "brancas" tanto do lidl como do continente. Mesmo da Avéne para o Nívea Sun existe uma diferença bastante significativa. No ano anterior, eu cedi a este estudo e usei a gama da nívea. Posso-vos dizer que fiquei muito satisfeita e nem me lembro de ter apanhado um escaldão, mas eu também sou muito cuidadosa! No entanto, eu já era "cliente" do Garnier Ambre Solaire e eis que decidi este ano voltar ao uso do mesmo e no final verei se os efeitos foram tão satisfatórios como no ano anterior. O importante na verdade é colocar muitas vezes protector solar, retocar de cada vez que se vai à agua e fazer a primeira aplicação mesmo antes de sair de casa. Sabem o que significa FPS? De grosso modo, significar que demorarão 10,20,30 ou 50 vezes mais a ter um escaldão (fonte: Proteste brasil).
Curiosidade:
A Deco Proteste Brasil, apurou que ao contrário da informação na caixa, os protetores solares parecem preservar o factor de um ano para o outro.


Como vos tinha dito, eu sou especialmente sensível a este assunto. Porquê? Porque estou no grupo de risco e inclusivamente já tive de tirar um sinal de forma não conservadora, felizmente tudo estava bem e não passou de um susto. Mas eu sou do tipo de pessoas que acha que não acontece só aos outros e por isso protejo-me, muito. Diariamente, faço a aplicação na cara e pescoço de protector solar Avéne, factor 50.

   



Da última vez que o comprei, em Abril, custou-me à volta de 17€. Não é particularmente bem, mas a cara está constantemente exposta e por isso merece especial preocupação da nossa parte. Este produto tem uma particularidade, pode-se escolha opção com ou sem cor. Eu escolho sem cor, porque o tom dele é demasiado escuro para mim. Aqui entre nós, a minha dermatologista desaconselha o uso de protector solar e creme hidratante em simultâneo.

Agora, as minhas opções para o verão são:



Vou usar o protector sola da Ambre Solaire Sensitive Advanced, a gama nova de alta-protecção. Sei que ao verem ali o bronzeador ficaram divididos com este meu discurso todo. Eu vou usar bronzeador sim, mas só quando a minha pele já tiver sido exposta durante alguns dias sempre com alta protecção. E mesmo quando usar o bronzeador, fora das horas de maior risco, vou colocar por baixo o protector solar. Tenho também um batom, com FPS uma vez que é importante proteger os lábios que têm tendência a ficarem secos com o sol! Além disso, eu tenho um sinal no lábio o que requer ainda mais atenção da minha parte! Depois de um dia de praia, nada melhor que um after sun para hidratar e reabilitar a pele.

É também muito importante o uso de chapéu e óculos de sol! Sabiam que também temos melanina no olho? E que daí poderá até advir melanoma?

Não sou nenhuma expert no assunto mas ficam aqui algumas chamadas de atenção.

Não há bronzeado que vá-lha a nossa vida ou a nossa saúde!
Beijinhos e espero que tenham gostado!

Carla =)