terça-feira, 15 de julho de 2014

Leitura de Perdição - Game of Thrones



Olá Gente =D

Tal como eu tinha prometido, cá estou eu para apresentar um novo post. E sobre que será hoje? Hora mais uma bela dose de Leituras de Perdição!




Exactamente, Game of Thrones. Ora eu sou completamente viciada nesta saga que me prende em casa horas e horas (nem sempre!). No entanto, e porque para mim tudo começou por aí, é impossível falar da saga sem falar da série televisiva! Mas comecemos pelos livros. O escritor que por vezes queres matar chama-se George R. R. Martin e conta com um grande role de obras publicadas. Em português existem 10 livros publicados e conta-se com mais 4 (2 volumes em inglês) ainda não redigidos. E é aqui que reside uma das minhas preocupações: E SE O HOMEM MORRE? Pois é! A história da minha vida fica interrompida? É que não pode ser!

Acredito que muitas das pessoas que lerem este "artigo" (isto está a ficar profissional) vão ser já conhecedoras desta saga e até leitores(as) assíduos(as). Mas aqui vai... 

Falando directamente da saga: Song of Ice and Fire. De um modo muito geral, parece-me a mim, um a leiga, que o autor desafia todas as regras da ficção! O meu querido amigo George, adora deixar os leitores sem folgo quase sem vida e com fortes palpitações uma vez que perde grande parte do seu tempo a matar as personagens principais! A própria organização do livro é absolutamente diferente. Cada capitulo corresponde a uma personagem e acaba por desenrolar a acção em torno dessa mesma personagem. Por isso esqueçam a numeração, os títulos e habituem-se a: Arya, Edd, Jon, Catelyn e por aí fora.

Tendo em conta o facto de esta história ser tão rica tanto em espaços geográficos como personagens o autor precavem-se. Ora como? No final de cada livro existe um considerável número de páginas reservados para a descrição das linhas familiares de cada casa "Quem é quem e tem o quê?". Mas não fica por aqui, ele quer que saibamos em que espaço físico se passa a coisa e por isso tem um mapa de Westeros e Cidades livres para que nos possamos situar. Incrível! Esta capacidade de criar um mundo completamente paralelo. A última vez que presenciei algo assim tão fabuloso foi quando assisti ao filme Avatar. 

É definitivamente uma série épica com uma maravilhosa quantidade de fantasia. Ou se ama ou se odeia. Fascina. Prende. Envolve. E faz querer estar lá! Não considero que seja uma leitura fácil uma vez que é bastante descritiva.

 Vamos à história (mas só um nadinha)? Vivemos num Mundo de aparências onde apesar de tudo é o poder a palavra que reina. Há uma disputa por um poderosíssimo trono onde todos se acham os mais apropriados para o cargo. O dinheiro e o interesse são as segundas palavras de ordem. E no fundo, até da nossa própria sombra devemos desconfiar.Há força. Há guerra. Há Vitórias derrotas. Há Amor. Há Sexo. Há Dragões. Há mortos-vivos. Mas sobretudo há traição e MORTE. E apresento-vos as famílias (e as suas máximas) que acompanho:



Quem domará o trono de ferro? Que maltrata o seu próprio Rei? Por que desejar um trono todo ele feito de espadas?

Querem saber mais? Agarrem-se aos livros ou à televisão.

Uma das coisas que mais gosto nesta saga é a força que se atribui ao sexo feminino. A maior parte delas são fortes e realmente movem muitas peças. Umas mais destemidas outras mais reservadas mas todas elas são cruciais neste jogo pelo poder!



O 9, é um homem, o nosso Gay, Sor Loras ihihi. Uma pequena brincadeira. Além de todas elas serem maravilhosamente belas são detentoras de muita história e manipulam grande parte do que as rodeia. ADORO!

A série acaba por caracterizar-se por uma máxima trazida das cidades livres, valar morghulis que significa Todos os Homens Têm de Morre. É incrível como esta simples frase vai agitar tanto as contas! Esperemos para ver. 



As minhas personagens predilectas são o Tyrion Lannister, A Daenerys Targaryen e ainda o Jon Snow. Tyrion por ser tão inteligente e no final das contas fazer o que está certo. A Daenerys por ser uma mulher ao poder, lutar pelo considera ser dela por direito. E claro, o Jon que é lindooo e uma vez mais cheio de princípios. A minha casa predilecta é a Stark!




Série vs livro? Livro é claro. Os espaços físicos da série estão muito bem pensados e batem certinho com o livro. No entanto, há partes importante que são cortadas ou pedaçinhos de história que são alterados. Mas não é de longe, um falhanço!

Para mim, o final perfeito seria que a Daenerys e o Jon se encontrassem e juntos domassem Westeros. Mas isso na verdade não me parece muito provável.

Teria um milhão de coisas para vos escreves...adoro montes de coisas. Mas não é possível! Já leram? Concordam comigo? Dêem a vossa opinião!

Beijinhos

C*