sábado, 2 de maio de 2015

A Nossa Nutri !

Olá gente!
No seguimento de um dos anteriores posts sobre a aveia, hoje trago-vos uma receita que gosto muito e que espero que experimentem: bolachinhas de aveia e sementes! Pois bem, não sei se já repararam na tabela nutricional de algumas bolachas ditas saudáveis, mas o que acontece é que poucas são realmente saudáveis. Ora têm elevadas quantidades de açúcar, ora têm elevadas quantidades de gordura (em substituição do açúcar). A par disto, a quantidade de fibra é muito baixa comparativamente com um pão integral ou de sementes, por exemplo. Mas, por outro lado, não podemos negar que as bolachas são um alimento muito prático no nosso dia-a-dia. Por isso, opto por fazer as minhas próprias bolachas! Assim, posso faze-las ao meu gosto e ainda poupo dinheiro. Além disso, é também uma atividade engraçada para fazerem com as crianças!


Então cá vai a receita:
Ingredientes:
- 4 ovos inteiros;
- 700g de farinha de trigo;
- 300g de farelo de aveia;
- 150g de planta;
- 200g de açúcar;
- 2 colheres de chá de fermento;
- Raspa e sumo de 1 limão;
- Sementes a gosto (usei sementes de chia e de linhaça)
Modo de preparação:

Misturam-se todos os ingredientes e amassa-se bem até obter uma massa homogénea. De seguida, estende-se a massa e corta-se com as formas que quiserem. Colocam-se as bolachas num tabuleiro polvilhado com farinha e leva-se ao forno (à temperatura máxima) até ficarem douradinhas (5-10 minutos). No final, dependendo do tamanho da forma que use, terá à volta de 250 bolachinhas.


Informação Nutricional aproximada por bolacha (6g): Energia: 138 kJ/33 kcal; Proteínas: 1,1 g; Lípidos: 1,0g; Hidratos de Carbono: 4,7g; Fibra: 0,3g; Sal: 0,05g.
Se fizermos a comparação com outras bolachas simples presentes no mercado estas são menos calóricas, têm mais proteínas, o que ajuda a controlar a saciedade, resultando muito bem nas refeições do lanche. Têm menos sal, contribuindo para a nossa saúde. Têm também menos açúcares que a maioria das restantes bolachas e mais fibra, o que ajuda ao bom funcionamento do intestino.
Percam uma hora do vosso tempo mensal para fazer este tipo de alimentos. Lembre-se que na alimentação, quanto mais simples melhor. E não há nada mais simples, que os ingredientes e o amor das nossas casas.


Até à próxima!
Beijinhos nutridos,

Angélica